Em palavras a voz a verdade o amor o mundo
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios ContatoContato
Perfil
 
    Letícia de Queiroz nasceu em Brasília em 1994,  formou-se em pedagogia e atualmente estuda Letras na Universidade de Brasília. Além disso, fez curso de Formação de escritores da editora Palavra é Arte, com o professor e escritor Gilberto Martins, Oficina Literária, da Metamorfose Cursos, com o professor e escritor Marcelo Spalding, Oficina de Poesia, também da Metamorfose, com a professora, escritora e poeta Ana Mello, e também o Curso Online de Técnicas para Escritores, com o professor e escritor Fábio M. Barreto.
   Desde criança, apaixonada pela língua portuguesa e pela leitura, guiou seu caminho em busca do sonho de se tornar escritora, inspirada por autores da  literatura brasileira como Eucanaã Ferraz, Fernando Pessoa, Carlos Drummond, Cora Coralina, Caio Fernando Abreu e Clarice Lispector.
    Seu maior hobbie sempre foi ler, passava horas devorando livros de todos os tamanhos e criando competições consigo mesma, como por exemplo: qual o seu menor tempo para ler 100 páginas e a maior quantidade de livros que conseguiria ler em um ano. Ganhou diversos concursos escolares de redação e aos 10 anos conheceu a alegria da poesia, descoberta que a transformou completamente e hoje é uma das responsáveis pela realização deste livro. Em 2012, aos 17 anos, enquanto cursava o ensino médio, participou do Concurso de Contos da Bienal de Brasília em, pelo qual publicou um conto classificado “Chorando atrás dos óculos” em coletânea.
     Muitos cadernos e diários depois, em 2016, decidiu compartilhar o que escrevia com o mundo, com a criação de um blog: “Em palavras”, onde ainda hoje publica constantemente novos textos e poesias. Devido aos acessos recebeu um convite do professor GIlberto Martins para publicar, juntamente com outros autores brasileiros, um livro de poesias para o projeto Palavra é Arte em 2016 e mais recentemente teve sua poesia “Julgue os Dados” classificada no concurso Poesia Livre, em 2017.